Petralataki

Petralataki.... Uma viagem a um maravilhoso lugar do passado.

São vestígios das conversas da infância, transcritos com uma linguagem sareviana. Mil formas de se falar uma mesma coisa.

"Reflexão". ...

Quando criança ouvi dizer:

"os poetas são mentirosos"

Naquele dia disse:

Quero ser poeta!

Criança boba eu, né!

Já nascie poeta.

Homem tolo, eu.

Não mentiroso, né!

Em comemoração aos 80 Anos da Revolução Espanhola, um texto que não tem seu foco apenas na mesma em si, mais nos seus sentimentos os que por ela foram propagados; mais isto não impediu que história fosse contada.

"O paralogismo de um subsistir"

Desprezar a glória

os falsos títulos

um mágico Ser

do livro mundo

Lugar de nossos sonhos

Esta é a primeira das pouco mais de trinta... uma série de paralogismos, atando e desatando os nós. Pode ser breve ou longa porém, será uma bela introspecção.

Poderíamos nos questionar:

Sermos humildes?

Ignorar o status social, o poder?

O Ser humano solidário, gentil, benevolente?

Agora, hoje, em casa, rua, onde estiver?

Aqui! Em nossas mentes, fantasias, corações?

Petralataki, a um novo que não é novo...

Edição Impressa 03 unidades restantes.

Para solicitar um exemplar vá a página FORMULÁRIO.

Clique no botão para ler.