generalidades?


Sobre Princípios:

Deixe o lugar onde está igual ou melhor

do que quando o encontrou.

Daí decorre todo o resto.


Sobre a Conduta:

Difícil não é fazer o correto, sim

saber o que é correto.

Daí decorre a dúvida.


Sobre os sentimentos:

Decisões definitivas baseadas

em tempestades temporárias,

agravam as calamidades.

Daí decorrentes as guerras.


Sobre A Sociedade:

Um sistema econômico elevado

a cultura, potencializado tornar-se-a

religião universal, o culto ao Deus

capital, as práticas geram a

dependência, na mecânica

cotidiana um dos ritos o bater cartão;

com rituais não o proselitismo, sem

dogmática ou ideologia.

A substância agora é forma.

E unidimensionados pelo mundo

na busca não dá glória (histórica)

como legado, apenas o êxtase

do momento (prazer); a perversidade

que premia, e permeia mesmo

os não adeptos; convenções

por sugestões/imposições

de momentos e interesses do topo

da pirâmide.

O conceito de igual/melhor (como estado)

se esvaía, suplantado por falácia

repetida mil vezes; já a moral

tornar-se-a amoral, volta a ser

moral num duelo

de papéis, carimbos, poder

e burocracia; enquanto isto

guerreiam entre si mesmos

a massa de manobra, que nunca

entendeu nada e quando chegou

perto foi sabotada e dizimada, uma lobotomia em constante evolução.

No final o engodo

"do cala consente", o cheque mate social.

Dio Sarev

30/03/2019

Rio de Janeiro.


"do ato de esperar, há esperança"

Sempre bom saber que veio, saiba escrevo para você. Grato. 



Atualizações...

não existe previsão de novas publicações. Foram removidos todos conteúdos escritos por 'Dio Sarev' onde haviam inclinações políticas. Apenas permanecendo os textos sobre o "movimento  espontânea"; as bibliotecas públicas virtuais com acervo de 10 mil livros; e publicações recentes ao Origami. Criações autorais por Dio Sarev.
Divirta-se. 
Ler e Dobrar o exercício do pensar!



O Movimento

O Movimento #ContribuiçãoEspontânea,
advém da nossa rejeição as estruturas de dominação, aqui diretamente a poderosa indústria do livro.
Comprometidos em empreender pequenas mais valiosas revoluções, e de serem estas imediatas que nos alcancem hoje, agora em vida!
Que se não as eliminamos de vez, ao menos minimizemos o poder de controle que exercem sobre todos nós.
Ao em vez de travarmos batalhas que de fato não constituíram mudanças históricas nem tão pouco universais, falamos no real dia-a-dia, que longe estaremos de alcançá-las em vida, propomos:
Pequenas intervenções em diversos campos, somadas nos trazem a real possibilidade, a esperança viva em vida de um lugar, "mundo" mais justo; possível quando pessoas e grupos multiplicam esforços diários para isto.

Opor-se ao digital/virtual, é agir contraditoriamente negando a realidade do dia-a-dia, se distanciando cada vez mais e mais da renovação que em uma sociedade mutável é imprescindível para qualquer revolução, evolução.

A partir de um conceito, sugerimos um modelo, tentamos o tornar viável, adaptável de forma simples e dinâmica.

Nossa página foi desenvolvida para tornar-se uma referência, uma vitrine divulgando e esclarecendo o todo do Movimento #ContribuiçãoEspontânea.

Não deixe de nos informar sobre suas publicações as divulgando em nossa página no Facebook, ou use nossa hashtag: #ContribuiçãoEspontânea em suas publicações.

Indique sempre as informações essenciais como,onde podemos encontrá-las,e como contribuir.

Mais Sobre

Entenda